NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS - IRATI PARANÁ

Histórico da Construção da Imagem de Nossa Senhora das Graças

 

    Faremos um breve relato de como foi concebido este monumento religioso.

    Esta imagem de Nossa Senhora que está aqui abençoando nosso município e as pessoas que aqui vivem e aquelas que a visitam tendo já distribuído inúmeras graças a muitos que solicitaram sua interseção.

 

    Podemos até chamar de uma “Biografia de Nossa Senhora das Graças”.

   De uma conversa informal na sala dos professores no Colégio São Vicente de Paula, iniciada pelo professor, Dr. Jorge Garzuze, então também diretor do jornal Correio do Sul, surgiu a ideia de se construir um monumento em comemoração aos 50 anos de Irati, neste morro. Ideia aceita passou-se a discutir qual monumento. Ao final de algum tempo foi sugerida a imagem de Nossa Senhora das Graças, devido à grande devoção popular e por se tratar de uma imagem fácil e de grande configuração.

    Essa ideia teve como colaboradores, além do Dr. Jorge e do Padre Rui Pereira, este professor do colégio São Vicente, o Padre José de Lima, diretor do Colégio São Vicente, o  Frei Irineu de Pádua da paróquia Nossa Senhora da Luz e o padre Sigismundo Pietrowski da paróquia São Miguel, ideia que foi prontamente encampada pelo prefeito João Mansur e pela comunidade católica de nossa cidade,  que aplaudiu a decisão tão logo tomou conhecimento ao ler o  artigo

publicado pelo Dr. Jorge em seu semanário. Ele mesmo começou a campanha para arrecadação dos recursos para a execução do projeto. Dessa forma foi criado, no dia 20 de agosto de 1956, o “Livro de Ouro” cujos primeiros contribuintes foram:  Moisés Lupion, Governador do Estado do Paraná, Prefeitura Municipal de Irati,  Paróquia São Miguel, Colégio São Vicente de Paula entre os inúmeros contribuintes que assinaram este livro que se encontra aberto e à disposição para quem desejar fazer sua doação e o registro no mesmo.

    Dirigiu-se então o Padre Rui Pereira a Campinas onde encontrou-se com o escultor Otaviano Papaiz que prontificou-se a construir a imagem. A mesma foi transportada gratuitamente em partes até Irati, contando com o auxílio  de várias pessoas.

 

Pessoas que auxiliaram para que esta realidade se concretizasse:

Sr. Jango Marochi e Família, com a doação do terreno;

Sr. José Jacob Wasilewski, engenheiro civil da Prefeitura Municipal de Irati;

Srs. Teodoro Michalak, Luciano Wasilewski, Elias Chuchene e Leopoldo Preisner, que auxiliaram para o transporte gratuito das peças da imagem desde Campinas;

Sr. Angelo Mosele & Irmãos, transportou areia desde o Tibagi;

Sr. Ladislau Obrzut & Filhos, cedeu os tambores para armazenar água no morro;

Sra. Iracema Ribas, zeladora voluntária de 1984 até 1996;

Sr. Pedro Fillus, idealizador da comissão de manutenção e restauração a partir de 1996.

 

    Há relatos de que o Papa Pio XII teria enviado uma correspondência especialmente pelo aniversário da cidade e pela construção da imagem da Santa. Todavia até o momento nossas pesquisas não lograram encontrar nenhum indício dessa correspondência. No site do Papa Pio XII no vaticano, não há menção dessa carta. Esse site pode ser acessado por qualquer pessoa que esteja interessada. Continuamos pesquisando na tentativa de localizar algum escrito respectivo.

 

fio-cinza.jpg

DADOS DA IMAGEM

 

Nome:.......................... Imagem de Nossa Senhora das Graças;

Concepção:.................. 20 de agosto de 1956;

Inauguração:................16 de setembro de 1957;

Altura da imagem:..... 22 metros;

Peso:..............................10 toneladas, distribuídas em 70 peças de cimento e concreto;

Escadaria de acesso:..197 degraus;

1ª missa:....................... 24 de outubro de 1957. Rezada pelo padre Manoel Gomes Pereira diretor do Colégio São Vicente de Paula.

Acompanhe também nas Redes Sociais